Excesso de chá verde pode afetar a fertilidade, aponta estudo

Os polifenóis presentes na bebida podem ter mais efeito do que você imagina

Os benefícios do chá verde já foram comprovados pela ciência, mas o excesso pode ser prejudicial. É o que aponta um estudo publicado no Journal of Functional Food, que concluiu que homens e mulheres podem ter sua fertilidade afetada caso a bebida seja consumida em excesso.

Durante a pesquisa, os cientistas deixaram 48 moscas que gostam de frutas ingerirem diferentes doses de polifenóis (antioxidante presente no chá verde), segundo o UOL. Depois, os pesquisadores deram a seis moscas de cada sexo quantidades diferentes do antioxidante e analisaram seus órgãos reprodutivos e níveis de água, lipídeos e proteínas. Resultado: as moscas que ingeriram maior quantidade de polifenóis tiveram a fertilidade reduzida consideravelmente, e os insetos que nasceram destas moscas “intoxicadas” apresentaram maior déficit no desenvolvimento, eram menores e apresentaram anomalias genitais (as do sexo masculino apresentavam atrofia testicular, e as fêmeas exibiram ovários menores).

+ 13 alimentos com mais potássio do que a banana

Apesar de os testes não terem sido feitos com humanos, os cientistas recomendam que o consumo seja moderado. Calma, não precisa jogar tudo fora.